“Não Vou Pagar o Pato” reúne mais de 2 mil pessoas na Boca Maldita

População, empresários e representantes de classe se unem para protestar contra o aumento de impostos