Cai a confiança do industrial paranaense em abril

Falta de expectativa para firmar negócios e as condições impactaram na confiança do empresário

Crédito: Gelson Bampi

Crédito: Gelson Bampi

Empresários da Construção Civil e da Indústria de Transformação mostram-se menos otimistas em abril, com queda na confiança de 5,2 e 2,3 pontos respectivamente. Os dados são uma compilação da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep).

O índice que mede o humor da indústria de transformação – que abrange todo o setor industrial, exceto a construção civil – continua na área de otimismo apesar da queda e soma 52,9 pontos. Comparando o indicador com abril de 2016, há um aumento de 18,2 pontos na confiança do empresário.

“A queda é atípica para abril. Historicamente este é um mês em que há um aumento da atividade industrial”, pontua o gerente de Economia, Fomento e Desenvolvimento da Fiep, Marcelo Percicotti.

O empresário está menos otimista em relação às expectativas da economia e de seus negócios. O indicador de expectativa apresentou uma queda de 3,6 pontos em abril atingindo 54,9 pontos.

Construção Civil

O índice que mede a confiança do industrial da Construção Civil caiu 5,2 pontos em abril, caindo para 53,9 pontos. Apesar disso, a confiança está 18,3 pontos acima da que fora registrado no mesmo mês de 2016. Os dados são do Índice de Confiança da Indústria de Construção (ICIC-PR) do Sistema Federação das Indústrias do Paraná (Fiep).

A queda, de acordo com o levantamento, já é típica. “Ao contrário do que acontece com a indústria de transformação, na construção civil, historicamente abril apresenta uma diminuição nos índices que medem a confiança do empresário”, explica Percicotti.

A confiança do industrial caiu principalmente por conta do recuo de -9,1 pontos no Índice de Condições, que evidencia como está o ambiente de negócios interno e externo da empresa. O índice é de 44,2 pontos e posiciona o indicador na área de pessimismo.

A expectativa do empresário em relação à economia e ao seu negócio teve queda de 3,4 pontos. O indicador está na área de otimismo com 58,6 pontos.

Os índices de confiança

Mensalmente, o departamento Econômico da Federação das Indústrias do Estado do Paraná divulga os indicadores de Confiança da Construção Civil e o da Indústria de Transformação. Eles variam no intervalo de 0 a 100. Valores acima de 50 pontos indicam empresários confiantes, melhores condições ou expectativas positivas.

Os indicadores de condições e de expectativas sintetizam a percepção do empresário em relação às condições da economia e às do seu negócio e quanto às expectativas em relação à economia e de performance de sua empresa.