Alunos do Colégio Sesi mostram conhecimento em Torneio de Robótica

Seletiva regional da First Lego League (FLL) acontece nos dias 16 e 17 de outubro em Pato Branco

Identificar problemas e propor soluções a curto prazo, bem como construir e programar robôs automáticos são alguns dos objetivos do Torneio de Robótica – First Lego League (FLL). A primeira seletiva regional acontece nos dias 16 e 17 de outubro, em Pato Branco, durante a programação do maior evento de ciência, tecnologia e inovação do Paraná, a Inventum. Estima-se que a competição reunirá cerca de 150 alunos do ensino médio, de 15 unidades diferentes do Colégio Sesi do Oeste, Sudoeste e Campos Gerais. Com a temática Hydro Dynamics, o torneio estimula a criatividade e traz desafios do mundo real para os alunos. É preciso planejar, projetar, construir e programar robôs com a tecnologia Lego, desenvolvendo o trabalho em equipe.

O Torneio de Robótica (FLL) é um programa internacional criado para despertar o interesse dos alunos em ciência e tecnologia, no ambiente escolar. O Colégio Sesi de Pato Branco apresenta, na grade curricular, a disciplina de Oficinas Tecnológicas, em que todos os alunos do Ensino Médio são desafiados a aprender física e matemática, com base em programação e montagem de robôs. A gerente da unidade Sesi de Pato Branco, Marcia Painim, destaca a importância do desenvolvimento do protagonismo juvenil no que se refere à área de Ciência. “Anualmente, além do trabalho feito em sala de aula, o Colégio Sesi Pato Branco organiza e participa dos Torneios Regionais e Estaduais da FLL”, explica.

Como funciona

A disciplina de Oficinas Tecnológicas estimula a formação das equipes para o torneio.  As equipes são formadas por 10 alunos. Cada equipe tem um técnico, que pode ser um professor ou coordenador, e também um auxiliar. O Torneio de Robótica apresenta o tema, que é fundamentado em um assunto científico do cotidiano. Ele é baseado em um conjunto de problemas do mundo real, os mesmos vivenciados por profissionais, como cientistas e engenheiros.

Após o lançamento do tema, as equipes têm de oito a dez semanas para se preparar para o torneio. Nesse período, os estudantes precisam desenvolver o projeto de pesquisa, design e desafio do robô (colocá-lo em prática) e também core values, que são os valores no modo de atuar em conjunto, valorizando o respeito mútuo e o trabalho de alta qualidade. Após o projeto cumprir com os requisitos, ele pode competir em nível regional, estadual e nacional, resultando em visibilidade e premiação, caso ele alcance o primeiro lugar na etapa nacional.

Mais informações sobre o Torneio de Robótica ou sobre o Colégio Sesi Pato Branco no site www.sesipr.com.br/colegiosesi ou pelo telefone: (46) 3220-5523.