Institucional > FIEP

Indústria

Fiep quer manter Tritec no Paraná. A chinesa Lifan declarou interesse em comprar a montadora e transferi-la para a China


Fiep quer manter Tritec no Paraná


A Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) está se mobilizando para evitar que a fábrica de motores Tritec Motors deixe o território paranaense. O presidente da Fiep, Rodrigo da Rocha Loures, vai apresentar o problema na reunião de diretoria da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e também no encontro do Fórum Industrial Parlamentar Sul, que acontecem nesta terça-feira (21), em Brasília.

“Reconhecemos que é difícil para uma empresa se manter no Brasil em razão da combinação perversa entre câmbio valorizado, juros elevados, impostos exorbitantes e infra-estrutura deficiente, mas temos que fazer os esforços necessários para não perdermos indústrias desta importância”, declara Loures. Ele disse que a Federação, ao lado do Sindicato da Indústria Metalmecânica do Paraná (Sindimetal), vai se empenhar para que a fábrica permaneça em Campo Largo.

“A ameaça de perder a Tritec para a China é um sinal da desindustrialização precoce que estamos trilhando”, declara Loures. Segundo ele, há uma profunda desigualdade competitiva, a que está submetida a indústria brasileira. “Na China há dinamismo econômico e as políticas governamentais não estão voltadas a favorecer os ganhos rentistas através de uma anômala política de financismo estéril como no Brasil”.

A montadora chinesa Lifan declarou interesse em adquirir a fábrica da Tritec instalada na Região Metropolitana de Curitiba e transferi-la para a cidade de Chongqing, no Oeste da China. A notícia foi publicada na última sexta-feira (17) no jornal The New York Times. A direção da companhia negou a informação. A Tritec, uma joint-venture formada pelas montadoras DaimlerChrisler e BMW, foi inaugurada em 1999 e emprega cerca de 500 trabalhadores.

About Author